20 de mai de 2009

Tristeza

Sabe, ando um pouco no meu mundo "deprê", as vezes ele me ajuda a escrever novos poemas, como este aqui.

Utimamente ando muito triste, sem vontade de fazer nada e de ver ninguém, mas aí eu lembro das pessoas que estão ao meu redor e penso, e as vezes elas podem não querer me ver assim desse jeito, então lembro do meu blog e das pessoas que eu conseguir cativar durante esse tempo todo...





A Tristeza venho firme
Visitar meu coração
Não sei o que fazer
Com tanta solidão

A Tristeza venho d mansinho
Me conquistando aos pouquinhos
Quando vi, já era tarde
Tarde demais para o meu pobre Coração

A Tristeza por um instante
Me pegou de jeito
Queria me levar para o
Seu mundo...

Aquele mundo de horrores,
De friesa e amargura...

Não...
Não é esse o mundo que eu quero pra mim...

Uma vida de ternura...
Sim...
Essa sim é a minha vida!!!


Espero que gostem, estava um pouco confusa quando o fiz, não sei se ficou bom, mas foi o que saiu dessa minha mente...

7 comentários:

memoriasdeaquariana disse...

Já me senti assim, sei bem como é isto.
Mto legal o seu poema, bem profundo.
Bjos

.: Phoenix :. disse...

Nada de tristeza!
"Levanta, sacode a poeira e da a volta por cima."

To de voltaaaaaaa...
Adorei as mudanças no Blog.

Beijocassssss

Fabricante de Sonhos disse...

Olá!

Eu sei bem como é isso... Quando bate essa deprêzinha... E não adianta né... Ela vem e se instala, mas olha, sempre tem uma alternativa.
Vou fazer o seguinte, vou deixar um poema meu, pra te animar, ok?

Lá vai:

Feliz Agora



Antes que a lágrima escorra
Ou alguma tragédia ocorra
Antes que o tempo corra
Ou até mesmo que eu morra
Vou ser feliz agora!


Ainda que a dor se apresente
Nos pensamentos causando acidente
E que a tristeza não se ausente
Ainda que eu fique doente
Vou ser feliz agora!


Apesar das loucuras da vida
Da história mal resolvida
Da paz que me foi removida
Da palavra que não foi ouvida
Vou ser feliz agora!


Embora nada faça sentido
E meu desabafo pareça contido
O meu rosto reflita abatido
E meu coração se tenha partido
Vou ser feliz agora!


Porque alegria não tem hora
Meus sonhos não aceitam demora
Problemas? Eu jogo fora.
A solidão eu mando ir embora.


E eu...


Vou ser feliz agora!
(Milla Borges)

Fica bem!

Beijo meu

Fabricante...

Uchiha Madara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Uchiha Madara disse...

Sei bem como você se sente, mas nós temos que dar a volta por cima n.n

Valew pelo coment n.n

xoxo

Uchiha Madara

Tiago Marins disse...

Obrigado pelo comentário.
Que bom que gostou do meu blog. Tô começando a divulgar ele agora.
Seu blog tb é bastante bonito.

Ah.. tem texto novo lá.

Bjs.

Caçador de Virtudes disse...

kkkk, este poema foi feito na minha sala, naum sei como vc conseguiu fazer algo tão bakna, com aqueles meninos gritando no nosso ouvido!!!
bjão thais!!!