28 de ago de 2009

Sem Inspiração



Hoje estou sem inspiração
Já não é de hoje
Já vem de ontem
E vem de quando em vez
Problema é se vem de vez

Não sei que dizer
Nem sei bem como me exprimir
Não sei sequer o que pensar ou refletir

Secaram-me as lágrimas
Mataram-me as emoções

Sinto-me muito magoada
Nem sei a quem contar tudo o que me vai na alma
Não sei a quem confiar
Não sei a quem abraçar
Não sei nada nem coisa nenhuma

2 comentários:

César disse...

Thaís? E esse seu nome, né?
Nossa, pra alguém sem inspiração você é uma ótima escritora, viu?
Adorei seu poema. Você está de parabéns. E continue lutando.
Logo, logo você tera muitas inspirações.
Boa sorte.

Neusa Maria de Azevedo disse...

Seus poemas levam-nos, os leitores, a um sentimento de tristeza junto com você. Mas, o poeta é mesmo triste? O poeta precisa buscar fundo para vir à tona?

Convido você a ler meus poemas.
Google: poemas de neusa azevedo