17 de mar de 2011

Poema Mal Escrito

Uma dor forte abateu-se em mim
Um lugar qualquer onde possa enconder-se de mim
Um buraco está se abrindo em meu peito
E dele jorra o mais triste dos espisódios de minha vida


Uma dor tão grande que me consome por inteiro
É, pode ser mesmo verdade que sofro tanto
Mas o que posso fazer?
juro, tentei de tudo e, tudo foi em vão


Uma dor, Uma angústia
Meu Deus o que será de mim agora
Sinto-me só em plena multidão
É como se um abismo abrisse bem a minha frente
E a melhor coisa a se fazer é pular dentro

Essa dor me machuca
Deixando cicatrizes que nem o tempo conseguirá apagar
Sinto que até o ar que respiro está me deixando
É como se minha existência aqui na Terra estivesse acabando
E em curto prazo, não sei ocmo reverter isso

16/03/2011
22:00h

Nenhum comentário: