23 de ago de 2012

Desabafo de Uma Bipolar


Não sei o que penso
Não sei o que sinto
Apenas penso
Apenas sinto

É tão estranho
É tão intenso
Não sei se choro
Ou se dou risada

Num instante bem
No outro, nem tanto
No momento querendo viver
No outro só a morte me entende

Não queria sentir
Ou melhor dizendo
Não queria ter certos sentimentos
Amor, Ódio, Raiva...


É estranho escrever
É confortante escrever
Escrever me acalma
Escrever me deixa bem
Pelo menos por um certo tempo

Sinto Ódio
Sinto Raiva
Sinto Tudo
E é isso que me destrói
E que me mata


02/08/2012
14:34h

Nenhum comentário: