17 de set de 2010

Recaída



Andei como sempre um pouquinho sumida, é que tô sem tempo mesmo sabe, mas estou de volta, um pouco triste com tudo, mas de volta.....




Sinto que os remédios não fazem mais efeitos
Sinto que o meu chão não estar no devido lugar
Sinto meus pés flutuar
Sinto que está na hora de voltar e começar, desde o princípio


Sinto que você não liga tanto assim pra mim
Sinto que meu mundo está no fim, ou quase lá
Sinto que você está cada vez mais longe de mim
Sinto que não vale mais a pena viver


Sinto que minha vida está desmoronando a cada passo meu
Sinto que já está na hora de parar, dá um tempo
Sinto que a cada pensamento meu, eu esteja me transformando num monstro


Sinto não valer nem o que respiro...


09/08/2010
20:27h



Acho que é isso né, espero que gostem
Estava assim sei lá sem fazer nada, então veio essas palavras em minha mente
Totalmente assim....

Bjs.

4 comentários:

Rafael H. Santos disse...

sabe de uma coisa, vc me lembra os poetas-músicos do começo dos anos 80, que enfatizavam a solidão, a depressão, em resumo, a tristeza, mas assim como vc, eles conseguiam fazer disto, algo de tamanha tristeza, algo belo aos olhos de quem ler.
Cada dia que passa, você escreve melhor, continue assim, saiba que te admiro muito pela pessoa que é.
bjus!!!

Fabricante de Sonhos disse...

Sentir-se viva. É o que importa.

As palavras são lindas, embora a mensagem me caia em tristeza...

Mas, escrever, tb cura a alma. Esse é o caminho!

Adoro tudo o que escreve!

Beijo mágico!
Fabricante de Sonhos

paulo disse...

Bom dia, vamos fazer uma parceria? mande um e-mail par pcmssg@gmail.com, aguardo teu contato, abração.

Junior disse...

Curti seus poemas. Falam na alma!